Você conhece a Divers For Sharks? Leia o artigo na OceanHub.
Você já ajudou a Divers For Sharks hoje?

Você conhece a Divers For Sharks?

O apetite voraz humano e a falta de conscientização ambiental são os principais fatores que tem levado os tubarões à beira da extinção. Em 2019, foram analisadas 58 espécies de tubarões para atualização da Lista Vermelha de Animais e Plantas Ameaçados, realizada por cientistas da União Internacional para a Conservação da Natureza (IUCN). Destas, 17 espécies foram classificadas como ameaçadas de extinção, o que equivale a quase 30% das espécies.

Aliado à pesca desenfreada, os tubarões também sofrem um grande preconceito pela sociedade. Podemos mencionar o filme “Tubarão”, sucesso de bilheteria em 1975 e dirigido por Steven Spielberg, que ajudou a desenvolver uma falsa ideia sobre esses animais, tão incompreendidos. O medo e a antipatia do público fazem com que, ainda hoje, muitas pessoas acreditem que os tubarões são assassinos sanguinários e que merecem ser dizimados.

A ameaça do apetite humano

Para os imperadores chineses da dinastia Song (960-1279 desta era) a sopa de barbatana de tubarão já era uma iguaria. Eles acreditavam numa espécie de transmutação, pela qual a força e a ferocidade do animal passavam para quem comia sua carne. Tais atavismos transformaram este prato em um símbolo de status. Até hoje, na China, todos os casamentos, jantares de negócios ou banquetes oficiais incluem a sopa de barbatanas de tubarão no cardápio. Estima-se que mais de 100 milhões de tubarões são mortos todos os anos, devido à pesca comercial e recreativa.

Salvar tubarões vai muito além da questão ambiental

Assim como no resto do mundo, os tubarões também estão desaparecendo de forma acelerada nas águas brasileiras, causando danos graves aos nossos ambientes marinhos, ameaçando a pesca e o mergulho recreativo. Isso já traz reflexos econômicos diretos nas muitas comunidades costeiras.

As restrições à pesca dos tubarões no Brasil são praticamente inexistentes, além de não haver áreas protegidas para tubarões onde sua pesca seja efetivamente proibida. Além disso, existe um comércio internacional bilionário e clandestino de barbatanas de tubarão no Brasil, onde a matança criminosa é generalizada.

Você conhece a Divers For Sharks?

A primeira ação chamada de “Divers for Sharks” aconteceu em 2010 na praia de Copacabana e contou com aproximadamente 20 ativistas, que fincaram 5.000 barbatanas de tubarões nas areias da praia, em protesto pelo número de tubarões mortos a cada 5 minutos no mundo.

O instrutor de mergulho “Pingüim”, também conhecido como Paulo Guilherme e o ativista ambiental José Truda Palazzo Jr. desenvolveram e coordenaram estas ações, que marcam o nascimento da campanha internacional “Divers for Sharks: Mergulhadores em prol dos tubarões.”

Hoje a campanha transcendeu a atividade de mergulho e a maioria dos voluntários e simpatizantes nem mesmo mergulham, mas defendem com toda força os tubarões!

Como ajudar a Divers For Sharks

E agora, você já conhece a Divers For Sharks? Se você deseja ajudar com doações ou se tornar um voluntário, acesse: https://diversforsharks.com.br

Leia mais artigos sobre o tema “Conservação do Meio Ambiente”.



Publique um comentário

onze + 1 =