O mergulho adaptado no mundo atual - OceanHub
O mergulho adaptado no mundo atual

O mergulho adaptado no mundo atual

O mundo continua lutando contra a propagação do Covid-19. Com os resorts e operadoras de mergulho fechadas e as paralisações de viagens, a indústria do mergulho literalmente parou. Esse tempo de inatividade pode ser usado para melhorar nossa conscientização e nos educar adequadamente sobre o mergulho adaptado no mundo atual.

Nos últimos anos, o mercado de mergulho adaptado cresceu exponencialmente com um grande número de pessoas amputadas, com lesões na medula espinhal e com outras deficiências que começaram a explorar os benefícios do esporte como meio de reabilitação e como uma nova maneira de viver. Uma vida mais plena. Além disso, muitos dos veteranos de guerra que sofrem com Transtorno de Estresse Pós-Traumático (conhecido como TEPT) descobriram que seus sintomas podem ser reduzidos quando participam de um programa de mergulho adaptado.

A Adaptive Diving Association tem sido a líder em design e engenharia criativa para resorts de mergulho que procuram acomodar os mergulhadores adaptáveis. “Avançamos e introduzimos equipamentos de mergulho adaptativos especializados, como aletas para braços e pernas amputados, aletas de braço SCI, cápsulas de flutuação de cilindros, boquilhas especializadas, máscaras faciais especiais, elevador de guindaste que pode levantar com segurança o mergulhador adaptado para dentro e para fora do barco”. A disponibilidade de equipamentos de mergulho adaptável tornou a atividade mais segura e viável para muitas pessoas que buscam os benefícios e a liberdade de um ambiente de gravidade zero disponível no mundo subaquático.

Como a indústria continua a buscar novas opções para os mergulhadores adaptados, estamos vendo mais ofertas de acesso em muitos resorts de mergulho. Recentemente, a Adaptive Diving Association juntamente com a Roatan Charter, uma agência de viagens da Flórida e o Mayan Princess Beach & Dive Resort, na ilha de Roatan (Honduras), começaram a trabalhar na criação de um local para onde o mergulhador adaptado possa viajar e experimentar estar nas profundezas das águas quentes do mar do Caribe. Incrível, não é mesmo?


Michilea Patterson – Digital First Media

Durante esse período de quarentena causado pela pandemia do coronavírus, devido ao isolamento e à falta de interação social, muitas dessas pessoas terão dificuldade em manter uma perspectiva positiva. Se você é alguém que trabalha ou já trabalhou com mergulhadores adaptados, considere manter contato com eles em uma demonstração de apoio, até que a crise passe e que possamos trazê-los de volta à água!

Em breve, todos nós estaremos juntos novamente!

Leia mais artigos sobre o tema “Mergulho Adaptado”.



Publique um comentário

onze + 13 =